To enjoy (parte II)

Ir a uma festa na Unicamp é uma grande experiência antropológica. No mesmo espaço em que você vê uma menina com o lado direito da cabeça raspado e o esquerdo com uma bela cabeleira lisa e negra, vê hippongas barbudos. Misturados a indies de camisa quadriculada, patricinhas de salto alto e mauricinhos descolados. E no palco não está tocando nem reggae, nem pós-punk, nem música pop, mas um excelente Funk – leia-se aquele som suingado, com bastante metais e um baixo virtuoso.

Foi um programa bem diferente do happy hour da quarta e será bem diferente do show do Los Hermanos hoje. O primeiro programa foi uma ótima reunião de amigos; o segundo também, mas com acesso a tipos pouco vistos em minha programação normal; e hoje, novamente estarei cercado de amigos, mas cantando as músicas que fizeram minha cabeça esse ano. Não é que o som dessishh carióacaishh me conquistou? Um bom final para esses três dias seguidos de festa.

Anúncios

One Response to To enjoy (parte II)

  1. As festas da Unicamp são as melhores.
    Saudades desses dias.

    Obrigado pela visita. Como vc chegou lá?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: