Aproveite enquanto pode

O tempo passa mais rápido na faculdade. Se você está no primeiro ano de vida acadêmica, não tem noção do que digo. Se está no último – e gostou minimamente do teu curso – sabe exatamente. De uma hora para outra, você está quatro, cinco anos mais velho e tem a impressão de que acabou de chegar no Ensino Superior. Ao mesmo tempo, parece que faz séculos que esteve na escola, que teve aulas de Literatura, Matemática, Química, Biologia, tudo ao mesmo tempo. Com este passar dos anos tão rápido, é provável que muita coisa surja e desapareça sem que você perceba. Com a experiência de estudante do último semestre [agora de recém-formado saudoso], posso listar algumas oportunidades que você não pode perder. Provavelmente vou deixar de citar algumas, mas cada um define suas prioridades. Portanto, aí vão as minhas dicas.

Matar aula
É claro que você chegou até aqui para estudar. Mas é fato que esta é uma fase da vida sem paralelos. Por isso, é essencial que você tenha uma cota de aulas “matadas”. Sim, porque há ótimas festas no meio da semana; há manhãs em que faz um friozinho gostoso; existe ressaca; há semanas em que você quer voltar mais cedo para sua cidade e – para tirar qualquer peso da consciência – existem aulas inúteis às vezes.

Ir a jogos universitários
Não quero saber se você é bom em algum esporte: você vai de qualquer jeito. O fato de serem “jogos” não quer dizer que você tenha que jogar. Vá torcer pelos seus colegas, vá xingar – saudavelmente – o pessoal das outras faculdades. São quatro dias sem pai, mãe, professor, prova, trabalho, horário para comer, para dormir… Se você é… aplicado (não ligue para esse papo de que é “nerd”), pense que é uma ótima oportunidade para recarregar as baterias. Aí, quando voltar, você pode ficar oito horas por dia na biblioteca, combinado?

Conhecer os profissionais da sua área
Você não vai esperar se formar para conhecer os bambambans da sua profissão, não é? Não estou dizendo que você tem que “fazer uma entrevista”, “analisar a obra” da pessoa. Se você é fã, já deve ter feito isso. Mas se não está a fim dessas formalidades, mande um e-mail, encontre-o no Orkut, marque uma visita informal ao lugar de trabalho d’O Cara (ou d’A Mulher) e assista palestras. Vez ou outra, ele está na sua faculdade, em outra aí perto, ou em algum evento e você, pensando no primeiro item deste “guia”, vai jogar bola ou entrar na Internet. Não seja bobo, é bem melhor chegar no mercado sabendo quem são os caras. E num contato desses, quem sabe não consegue um emprego bacana?

Aproveitar os amigos
Este item está contido em pelo menos dois outros desta lista, mas é bom frisá-lo. Às vezes você não está a fim de ir naquele churrasco, quer jogar seu videogame novo e acaba recusando propostas para sair. Não recuse. Vá. Uma boa parte das pessoas que você vê todos os dias vai sumir da tua vida. Elas vão morar em outras cidades, vão se casar, não terão tempo para você. “Ah, mas fulana é minha amiga para sempre.” Ta, mas vai por mim: muita gente vai sumir, e contato só por Orkut e e-mail não chega nem perto do que é a convivência diária. Por isso, não deixe que namorados(as) e outros poréns atrapalhem alguns dos melhores anos da sua vida.

Tem muito mais. Poderia ter incluído aí em cima Iniciação Científica, Estágio, programas de trainee etc., mas, como você é um(a) estudante sério – não importa o quão displicente te considerem – não preciso repetir o que já está cansado de saber. O importante é equilibrar o que é bom para o futuro e o que é bom para o presente – e aí voltamos ao mesmo ponto, pois se você não tiver dias agradáveis agora, mais difícil será com trabalho, contas para pagar e tudo aquilo que ainda podemos fugir por enquanto.

* * *

Como já fiz até juramento e no fim-de-semana vai ter a solenidade e o tão precioso “baile” de formatura, achei que era hora de publicar isso. O texto é de 27 de setembro de 2006 e foi feito sob encomenda de uma amiga, então formanda, que produziu uma revista como trabalho de conclusão de curso. Ela me promete enviar a página em que o texto foi publicado e os créditos da publicação há tempos. Hoje foi o deadline [mesmo que eu não tenha avisado a ela]. Dou mais detalhes em breve [se ela me passar].

Anúncios

3 Responses to Aproveite enquanto pode

  1. Ana disse:

    Ahh…se vc tivesse me avisado que ontem era seu (meu!) deadline…eu teria feito uma focinha e enviado! 😉

    Mas aguarde…tua página está a caminho…
    Prepare seu próximo post….
    Tchan tchan tchannnn…
    hahahahaha…

    Bjo Bay…Esse seu texto ficou um arraso…inda mais nas páginas da minha suntuosa revistinha! hauahuahuhau…

  2. João Pedro disse:

    Rapaz, cê sabe que meu contato cê não perde.

    Eu não sumo.
    A menos que apareça alguma mulher no caminho, sabe como é…
    A carne é fraca.
    E a minha então… é fraquíssima!

    Bwahahahahahahaha…
    Amanhã é noise!

    YEAAAAAAAH!
    Abrasssssss!

  3. Róger disse:

    Faço minhas as palavras do Jão, principalmente com relação a carne ser fraca (fraquíssima como ele disse… hehehe)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: