Direto da selva

Ele apareceu por aqui meio que de surpresa. A palestra foi anunciada de manhã e às 15h ele estava no auditório nos esperando. Quando ouvi o sotaque, meu bairrismo fez com que simpatizasse com o cara. Kléster Cavalcanti não é baiano, mas é pernambucano. E é daqueles repórteres por natureza. Um dia estava lá em Recife, trabalhando no Diário de Pernambuco, quando foi chamado para cobrir a Amazônia para a Veja.

E lá foi ele, encantado que era por aquela terra. Nunca havia ido, mas leu tudo que pôde tempos antes de ser requisitado para a missão. Lá fez denúncias, desmascarou bandidos e saiu por motivo de força maior: foi seqüestrado. “Isso é só um aviso”, disse um dos bandidos. Klester ainda se preocupou em terminar outra reportagem e no fim-de-semana estava em São Paulo. Uma selva bem pior para ele: a de pedra.

Kléééééster!! (Foto de Bruno Gabrieli)

Como confinar um ser desses numa sala com ar-condicionado? Ele foi então escrever seus livros-reportagem. E, ao que parece, se saiu bem. Não li nenhum (ainda), mas o segundo, Viúvas da Terra, ganhou o Prêmio Jabuti em 2005. Antes dele, veio Direto da Selva e, o que mais quero ler, é O nome da morte: a história de Julio Santana, o homem que matou 492 pessoas. O repórter só escreveu o livro quando Julio, depois de sete anos de conversas, deixou que publicasse seu nome. “Para mim, reportagem sem o nome do personagem é ficção. A mesma coisa que Papai Noel”.

Leia mais aqui.

Anúncios

One Response to Direto da selva

  1. Mariana Whitehead disse:

    é… eu li Direto da Selva. É realmente incrível imaginar que, um dia, possamos passar por situações parecidas com as que ele relata no livro… rs…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: