Cotidiano

Todo dia ele faz tudo sempre igual: é acordado às onze e meia da manhã, pelo despertador do celular que mal funciona, já ta velho e só faz vibrar. Todo dia ele desce para almoçar, mas se pudesse dormia um tanto mais. Ainda tem que dar bom dia pra todo mundo, mesmo sabendo que nada de bom o dia terá.

A comida é sem sal, a conversa a mesma. Come a sobremesa e volta para o quarto. Olha o monte de livros empoeirados e um monte de papel amontoado. Nada dali que possa aproveitar, textos que nunca na vida vai usar; ele senta no pufe, olha para o teto e se contorce na posição de feto.

Todo dia a tia faz cara feia pr’o horário em que ele acordou. Se soubesse que ele só se levanta por causa do despertador… Se deixassem ele dormia o resto da vida. “Menino, isso não é jeito de viver”, essas coisas que diz toda tia-avó, que não teve filho pra cuidar. Ela sempre descontou nos filhos dos outros. E ainda pergunta o que ele vai querer jantar, mesmo sendo ainda meio-dia. “Como posso saber o que vou querer comer?”

Todo dia ele só pensa em poder parar, com essa vida sem trabalho e sem dinheiro. Sente falta do jornal toda manhã e abre uma revista como se ela fosse um pauteiro. Todo dia ele lê umas três publicações, quando enche o saco abre um livro e depois, então, liga a TV, se não tem telejornal assiste um DVD.

Seis da tarde, como era de se esperar, ele já se cansou da sua vida. Mas em vez de dormir liga o computador e fica na Internet até o outro dia. Nessas madrugadas ele vê o quanto não rendeu e se arrepende de não ter feito um pouco mais. Então se entristece, que depressão, quando acordar será mais um dia igual.

Todo dia ele faz tudo sempre igual: é acordado às onze e meia da manhã, pelo despertador do celular que mal funciona, já ta velho e só faz vibrar. Todo dia ele desce para almoçar, mas se pudesse dormia um tanto mais. Ainda tem que dar bom dia pra todo mundo, mesmo sabendo que nada de bom o dia terá.

Anúncios

6 Responses to Cotidiano

  1. Diego disse:

    Com exceção da personagem “tia”, esse é o relato do meu cotidiano dos últimos 30 dias.

  2. Muito legal o seu blog… Gostaria de fazer uma parceria?

    Abraços.

  3. anaburger disse:

    Bay…pode estar certo de que ainda vai aparecer uma coisa mtoo boa na sua vida!
    Pobre de quem ainda não reconheceu a sua competência!

    E a sacada de misturar a música com o seu cotidiano ficou mto bacana!!! 😉

    E valeu pelas dicas, ainda estou em território desconhecido…Não sei, por exemplo, como linkar sem aparecer o link, sabe?

    Bjosss

  4. naramig disse:

    Bay, já passei por isso…no começo é legal…mas depois vai ficando triste…mas fica de boa…pelo menos, às terças isso pode mudar…q tal um Mali Bari, amanhã?…

    E a dica que me deu, “Adeus, Lenin”, eu já assisti…é muito bom mesmo!!!

    Sdds de vc, rapaz!!!

    Abraço!

  5. ana paula disse:

    oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    recebi seu e-mail do grupo e vim passear pelo seu blog….não entendi…pq pensei que estivesse trabalhando?????
    Mas enfim ….. tá foda msm, o negócio é não desistir nunca. Vcassistiu aquele filme “Em busca da Felicidade”, com will Smith?????
    Caso não, faça isso
    beijossssssssssssssssssss

  6. […] Leia (e ouça) também: Cotidiano […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: