Manual Prático do Bom Vendedor de Heineken

Para donos e funcionários de bares, restaurantes, lanchonetes, mercearias, lojas de conveniência, super e hipermercados.

Os Bebedores de Heineken, organização informal sem fins lucrativos, representante dos apreciadores dessa cerveja originária da Holanda, fabricada no Brasil há alguns anos, vimos a você, comerciante ou funcionário do comércio, para dar algumas dicas de atendimento aos nossos membros. Lembramos que a Heineken é um pouco mais cara do que a maioria das cervejas encontradas no comércio e tem um público fiel, que não só a consome, como recomenda os estabelecimentos que a vendem. Assim, nos julgamos consumidores especiais para você, da mesma forma que consideramos que são fundamentais para a manutenção do nosso hábito. Por isso, listamos abaixo algumas maneiras de melhorar nosso relacionamento e, conseqüentemente, suas vendas.

1. Saiba e ensine o que é Heineken
Aprenda – e ensine, sempre que puder – pelo menos, que Heineken é uma marca de cerveja. Vale dizer que Ela é mais encorpada (não diga “amarga”) e tem consumidores fiéis. Isso evita as incômodas respostas “Tem o quê!?”, “O que que é isso?”, “É de comer?”, desagradáveis e até mesmo ofensivas para alguns Bebedores de Heineken.

2. Aprenda a pronunciar o Santo Nome
Depois de saber, pelo menos superficialmente, o que é a Heineken, aprenda – e ensine, sempre que puder – a pronunciar o Santo Nome. Não há nada mais desagradável para um bebedor de Heineken do que perguntar se há a Grande Marca no estabelecimento e ouvir algo como “ráiqui?”, “ráiquinen?”, “ráiquem?”. Por isso repita: “ráinequen”. Novamente, com ênfase na primeira sílaba e passando rapidamente pela do meio: “rái-nequên” (ouça CD em anexo).

3. Informe seu cliente
Caso não haja Heineken no estabelecimento naquele dia, mas normalmente se encontre, diga ao cliente que “Está em falta”, “Volte outro dia, pois normalmente temos”, “Chega dia tal” (mas só se tiver certeza de que chegará) etc. Como não é tão fácil achar Heineken, se você tiver, certamente o cliente vai se lembrar do seu estabelecimento da próxima vez.

4. Quando não tiver, ofereça uma ligeiramente similar
Em caso de não vender Heineken ou Ela estar em falta, ofereça as seguintes marcas: Stella Artois e Bavaria Premium. Não são como a Heineken, mas são as marcas com sabor mais parecido por um preço semelhante.

5. Ofereça um abridor/ É “long neck”
Ao contrário da maioria das cervejas em garrafa long neck, a Heineken não pode ser aberta girando a tampa com a mão. Por isso, sempre se ofereça para abrir com um abridor, seja você proprietário ou funcionário de um bar, restaurante, lanchonete, mercearia, loja de conveniência, super ou hipermercado. É bom repetir: só abra com abridor. Alguns bebedores de Heineken prevenidos andam com um chaveiro-abridor, mas nem sempre é o caso. Abrir com o dente não é uma opção. Embora o bebedor possa achar que uma Heineken aberta valha mais do que o teu dente, saliva alheia na garrafa é inadmissível. E lembre-se, diz-se “long neck”, não “long néti”.

6. Não faça alarde do que não pode cumprir
Haja vista todo o constrangimento pelo qual o bebedor de Heineken passa, como visto nos itens anteriores, é um grande alívio para ele quando encontra um estabelecimento com o letreiro da Grande Marca. Ele sabe que ali poderá desfrutar de sua cerveja e ser bem atendido. Por isso, se você NÃO tem Heineken para vender, NÃO USE O LETREIRO DA MARCA! Sabemos que ele é lindo, que dá status, mas é extremamente desagradável para o bebedor entrar todo feliz no estabelecimento e saber que não há Heineken. Mesmo que você tenha numa outra hora, o cliente é capaz de nunca mais pisar no seu estabelecimento, graças ao que ele considera uma “afronta”. E ainda vai espalhar para toda a comunidade bebedora de Heineken que seu estabelecimento engana os clientes.

Certos de que as recomendações acima são vantajosas para ambas as partes
Com nossa estima
Bebedores de Heineken

* * *

PS1: Juro que isso não é marketing de guerrilha e que não estou ganhando dinheiro (mas se Ela quiser dar umas long necks, pelo menos, aceito). É uma questão de dignidade. Todos os casos acima realmente aconteceram.

PS2: A comunidade Bebedores de Heineken, que hoje tem quase 7 mil membros, foi fundada pelo meu primo, que saiu do Orkut e não teve o bom senso de me passar a moderação. Esclareço por questão de autoria familiar.

Anúncios

11 Responses to Manual Prático do Bom Vendedor de Heineken

  1. paulo galo disse:

    André,

    Como não vi uma indicação de e-mail para escrever pra vc, valho-me desse espaço pra dizer que linkei seu blog no meu Blog do Galinho.
    Aproveito para desejar que o pessoal da Heineken passe por aqui e, por gratidão, mande umas brahmas pra vc,m como diria o finado Vicente Matheus.
    Beijos, meu irmão
    Galo

  2. Jorge Wagner disse:

    vc merece umas garrafas por esse texto! rs
    e “long néti” é coisa fácil de se ouvir por aí mesmo…

    mudando de assunto, viu que a Conrad está com “Medo e Delírio em Las Vegas” (com esse título mesmo, ainda bem!) em pré-venda?
    quero saber de quem é a tradução (mandei scrap pro Cardoso perguntando se é dele ou se ele sabe), mas fica aí a boa notícia.
    com o Kingdom of Fear, dois títulos do tio Gonzo pra nos divertir esse ano! =]

    abs

  3. […] litro. Produzida na Argentina de acordo com a fórmula alemã, é ligeiramente mais amarga do que a Heineken no fim, porém mais leve no começo. Dinheiro bem aplicado. “Ah, para comemorar uma promoção, […]

  4. Stress Girl disse:

    André!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Eu vou lhe deserdar! como ousa comparar a Stella Artois com a Bavaria Premium?? É a mesma coisa de comprar Boehmia com a Nobel.

    Você precisa beber mais!!

    (Conselho bom da porra esse…. hahahahaha)
    Beijos, sumiiiiiiiiiiiiiiido!

  5. Daniel Santos Locutor disse:

    Parabens!!!e obrigado pelas dicas citadas aqui. Tudo de bom.

  6. Correia disse:

    Voce esta de parabens!!! muito bom mesmo!!!!

    Abs

  7. LEO disse:

    Muito legal.!
    Valeu.

  8. laura disse:

    gostei muito do seu texto!

    sou aluna de publicidade e estou fazendo um trabalho de planejamento promociaonal da heineken,e gostaria de ouvir mais sobre o assunto,afinal vc é o perfeito perfil do consumidor…se vc não se importar é claro…não sou da heineken,mas se rolar uma ajuda eu te amndo cerveja hehehe

  9. Wagner disse:

    Gostei demais do post, parabéns. Só tenho a perguntar: a quanto tempo a long neck Heineken já vem com tampa com abertura em rosca? O item 5 acima fala que não se deve abrir a tampa girando?!

  10. Sara disse:

    Bem velho o post… Mas é uma ótima literatura!!!

    Nossa, realmente a heineken tem seus verdadeiros apreciadores.

    Obs.: Sempre andei com um chaveiro-abridor (rs).

  11. studio377 disse:

    Olá faço artes com garrafas de vidro vazias, corto, furo derreto e etc, visite http://www.studio377.com.br vá no item “FUSING” e veja.

    adoro trabalhar com as garrafas de Heineken pela cor e rótulo gravado a fogo.

    1 abraço !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: