Ouro de tolo

Eu devia estar contente porque eu tenho um emprego, sou um dito cidadão respeitável e ganho dois mil cruzeiros por mês. Eu devia agradecer ao Senhor por estar tendo sucesso na vida, como jornalista eu devia estar feliz por que consegui comprar um notebook Intel Dual Core.

Eu devia estar alegre e satisfeito por morar em Pinheiros depois de ter morado por quatro anos no fundo da casa da tia na cidade de Campinas. Ah, eu devia estar sorrindo e orgulhoso por estar teoricamente vencendo na vida, mas eu acho isso uma grande piada e um tanto quanto perigosa.

Eu devia estar contente por ter conseguido tudo que eu quis, mas confesso, abestalhado, que eu estou decepcionado. Porque foi tão fácil conseguir, e agora eu me pergunto: e daí? Eu tenho uma porção de coisas grandes pra conquistar e eu não posso ficar aí, parado.

Eu devia estar feliz pelo Senhor te me concedido a sexta-feira pra ir com os amigos num barzinho descolado, beber cerveja e falar bobagens. Ah, mas que sujeito chato sou eu, que acha tudo engraçado, YouTube, macaco, praia, jornal, toboágua, eu acho tudo isso o máximo.

É você olhar no espelho, se sentir um grandessíssimo idiota, saber que é humano, ridículo, limitado, que só usa noventa por cento de sua cabeça e ainda é um animal. E você ainda acredita que é um doutor, jornalista ou intelectual que está contribuindo com a sua parte para o nosso belo quadro social.

Eu que não me sento no trono de um apartamento, com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar. Porque longe das grades pontudas que nos separam dos marginais, no cume calmo da minha barriga de cerveja que daria até pra pousar um disco voador…

Ah! Eu que não me sento no trono de um apartamento, com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar. Porque longe das grades pontudas que nos separam dos marginais… No cume calmo da minha barriga de cerveja que daria até pra pousar um disco voador.

* * *

Leia (e ouça) também: Cotidiano

Anúncios

2 Responses to Ouro de tolo

  1. Silvia disse:

    Oooooooooooie!!!

    Menino fiquei um tempinho sem vir aqui e me arrependi amargamente… O blog ta uma delicia de se ler… O bom foi q tive bastante material pra ler e matar o tempo ocioso aqui…rs

    Amei esses últimos textos, a descrição da abstinência de praia, a felicidade do reencontro… E o que falas sobre Sampa… Sabia que ateh comecei a ve-la com outros olhos e não acha-la tão horrivel assim? É… tá, ajudou bastante pra preparar o espírito de uma baiana que muito em breve se muda pra essa selva de pedra definitivamente… Deu até um fiozinho de esperança de quem sabe, finalmente, eu tb não decole ao infinito e além…rsrsrs

    Prometo que não fico mais tanto tempo sem visitar!!! So eu saio perdendo mesmo…rs

    Ah! Adorei as fotos tb!

    Beijao (eita comentariozão!!!hahahaha me impolguei neh?!)

  2. Anita disse:

    É bonito achar graça de tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: