‘As coisas são imperfeitas’

Um recorde? Nove dias sem postar! Acredite: não vou dizer que é falta de tempo/excesso de trabalho. Simplesmente não achei nada relevante o bastante para merecer comentários aqui. Cheguei a pensar que o meu perfeccionismo estava prejudicando o andamento deste blog, mas não era o caso. Só soube que não sou um perfeccionista depois de ler uma entrevista com o psicólogo Gordon Flett.
Geralmente os perfeccionistas têm baixa auto-estima e pouca confiança. Eles se sentem incapazes e se esforçam muito para evitar o fracasso. Mas perder faz parte da vida. Exigências inatingíveis só geram frustração. Isso é o principal desafio para estas pessoas: aceitar que as coisas são imperfeitas, estranhas.
Recomendo a leitura, e não é porque o entrevistador é meu amigo (seria bom que você soubesse disso depois que tivesse lido a entrevista, pois ia se impressionar por eu ter amigos tão fodas). Uma próxima atualização pode vir amanhã… ou sei lá quando. Afinal, este é um blog muito, mas muito imperfeito.
Anúncios

3 Responses to ‘As coisas são imperfeitas’

  1. Róger disse:

    Véio fazia tempo q eu naum passava por aki, mto boa a entrevista…

    t+ Bay

    abrasss

  2. Silvia disse:

    Quando for praí quero uma consulta com o Dr. Gordon, vou entrar me crise existencial com certeza!!!rsrsrs Se ja sou perfeccionista, com crise existencial ng me aguenta… nem eu!!! hahaha

  3. Verena disse:

    E ai, tá gostando das Intermitências da Morte????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: